Jornal do Lar Notícias

12ª edição da Feira do Livro. Maior evento literário do Maranhão.

São Luís 17/11/2018 às 20:15

Tendo como tema "A brasilidade na cultura contemporânea", a 12ª Feira do Livro de São Luís (FeliS), maior evento literário do Maranhão, foi aberta na noite desta sexta-feira (16), no Multicenter Sebrae (Cohafuma).


Foto: Mauricio Alexandre / Agência São Luís

Na ocasião, o ator maranhense Domingos Tourinho apresentou a performance sobre o texto "A Arte do Belo", de Graça Aranha, escritor patrono do evento que também homenageia dois matemáticos: os maranhenses Joaquim Gomes de Sousa e João Antônio Coqueiro. A iniciativa de incentivo à leitura e fomento à literatura, realizada pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, se estende até o dia 25 de novembro com mais de 500 atividades, das 10h às 22h. Esta é a sexta edição da Feira realizada na gestão do prefeito Edivaldo.

Na cerimônia de abertura da 12ª Feira do Livro de São Luís, o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão, destacou que no momento de mais gave crise política e econômica do país, o prefeito Edivaldo demonstra que tem compromisso com a cultura. "A Feira é uma referência para nós. Metade das 12 edições foi realizada na gestão do prefeito Edivaldo. Isso foi possível graças à construção de parcerias. Consolidamos o evento que é forte na cidade e promove não apenas o livro, mas todas as outras cadeias que a literatura envolve", disse o secretário Marlon Botão, que representou o prefeito Edivaldo na solenidade de abertura.

Promovida pela Prefeitura de São Luís por meio das secretarias de Cultura (Secult) e Educação  (Semed) a Feira é correalizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae-MA) e Serviço Social do Comércio (Sesc-MA), com patrocínio da Vale e Companhia Maranhense de Gás (Gasmar), apoio do Governo do Estado, Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e Associação dos Livreiros do Maranhão e empresa Potiguar, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, e parceria com a TV Difusora.

O superintendente do Sebrae-MA, Edilson Baldez, disse enxergar na FeliS um espaço ideal para a disseminação do conhecimento e estímulo às potencialidades intelectuais das pessoas, principalmente na área do empreendedorismo. Durante os 10 dias do evento, o Sebrae desenvolve uma programação com ações voltadas para o projeto de economia criativa e programa de educação empreendedora de escopo nacional.

"O conceito de sustentabilidade e pluralidade permeia a concepção desta edição da Feira e o Sesc por ser uma instituição de promoção de ações socioeducativas e culturais tem a felicidade de participar desse evento tão importante para a cultura local", ressaltou a representante do Sesc, Rutineia Amaral, em seu discurso de abertura. "É uma emoção participar dessa Feira que somos parceiros desde a primeira edição", disse Gisele Pinto, da Vale, empresa que patrocina o evento.

ESPAÇOS


Foto: Mauricio Alexandre / Agência São Luís

Compõem a Feira do Livro de São Luís mais de 70 estandes de comercialização de livros, e mais de 20 ambientes, dentre os quais o Palco FeliS, Casa do Escritor, Café Literário, Planetário, Cine FeliS, Espaço Mulher, Espaço Criança Sesc, Espaço da Juventude, Espaço Criança Semed, Carro Biblioteca, Auditório Punga dos Saberes, Auditório Graça Aranhão e Auditório Casa do Professor. 

A exemplos de anos anteriores, este ano a Prefeitura também traz nomes do cenário nacional literário como Fabrício Carpinejar, Gaspar Záfrica, Fernando Granato, Andé Neves e Elza Diniz estarão na programação da feira, disponível do endereço www.feiradolivrodesaoluis.com.br.

Nesta edição pelo menos três eventos da programação ampliam a importância da Feira do Livro de São Luís: a 1ª edição da Feira SLZ Preta, de estímulo à cadeia produtiva de artigos afro-brasileiros; o primeiro encontro da União Brasileira de Escritores; e o Seminário de Biblioteconomia.

A solenidade de abertura foi prestigiada pelos secretários Nonato Chocolata (Semapa), Andréia Lauande (Semcas) e Jackson Castro (CGM); e ainda o presidente da Academia Maranhense de Letras, Benedito Buzar; e o presidente da Academia Ludovicense de Letras, Antônio Noberto.

SAIBA MAIS

O maior evento literário do Maranhão, a Feira do Livro foi criada pela Lei Municípal nº 4.449, de 2005, com objetivo de fomentar a tradição literária da capital maranhense. Além de estimular a leitura a Feira contribui para a incentivar novas cadeias produtivas e criativas tendo a literatura como matéria-prima primordial.

Fonte: Prefeitura de São Luís

Publicidade

Comente e Comentaram

Cadastre-se agora e receba as últimas notícias.

Digite seu E-mail abaixo.


Notícias Relacionadas