Jornal do Lar Notícias

Museu de Artes Visuais reabre as portas nesta sexta-feira (06) com a exposição Eco Art

Cultura 03/09/2019 às 21:46

Dono de um dos mais importantes acervos de artes do Maranhão, o Museu de Artes Visuais (MAV), equipamento cultural do Governo do Estado vinculado à Secretaria de Cultura (Secma), reabre as portas nesta sexta-feira (6), às 18h, em São Luís, com sua primeira exposição temporária, após reforma.


O sobrado que abriga o Museu de Artes Visuais de São Luís é uma construção do século XIX

Recentemente restaurado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em parceria com o Governo do Maranhão, o MAV passou por diversas intervenções até a finalização da obra.

Neste fim de semana, às vésperas do aniversário da cidade, o Museu volta a funcionar completamente revitalizado, com nova iluminação e climatização, restauração da fachada de azulejos, auditório, condições de acessibilidade inclusive com instalação de elevador.

A exposição Eco Art, que inaugura a reabertura do MAV, reúne 25 serigrafias de artistas das américas que tratam da temática relacionada ao meio ambiente e desenvolvimento. A mostra reúne gravuras de Tomi Ohtake, Siron Franco entre outros artistas.

“É uma honra entregar este espaço cultural revitalizado. Estão de parabéns todos os que se empenharam nessa missão e, principalmente, a cidade, moradores e turistas que terão agora mais um atrativo, rico em história, arte e cultura”, declarou o secretário de Estado da Cultura, Anderson Lindoso.


A exposição Eco Art reúne 25 serigrafias

Exposição permanente

O MAV realiza, ainda, sua exposição de longa duração formada por parte do acervo original com exemplares de pinturas, esculturas, gravuras, fotografias e desenhos inéditos, em sua maioria. Estão presentes no conjunto de obras artistas locais, nacionais e internacionais como Dila, Jesus Santos, Flory Gama, Newton Sá, Tarsila do Amaral, Alfredo Volpi, Picasso entre outros.
As obras sobre papel foram higienizadas e restauradas em parceria com o Laboratório de Conservação do Museu da Memória Republicana Brasileira, prolongando a perenidade dos bens culturais. Outras atividades foram realizadas como o projeto curatorial da exposição de longa duração e criação da logomarca do Museu.

Para a diretora do Museu de Artes Visuais, Gabriela Campos, a casa abre com uma proposta inovadora que vai além da democratização da arte, valorizando ainda a sua função social enquanto instituição.

“Essa reabertura marca um novo tempo para as artes visuais no Maranhão. Que esta seja uma nova oportunidade de transmissão de conhecimentos, de contato com a cultura local, de estímulo ao sentimento de pertencimento e aos estudos e pesquisas”, pontuou Gabriela.

Aquisições recentes foram incluídas ao acervo com obras doadas pelo Centro Cultural Vale Maranhão, dos artistas maranhenses Vicente Martins, Ribaxé, Walter Sá e Sunshine Santos que participaram da exposição Ocupa CCVM.

O sobrado que abriga o Museu de Artes Visuais de São Luís é uma construção do século XIX, composta de três pavimentos e um mirante, com características típicas dos sobrados ludovicenses.

Originalmente, o andar térreo possuía fins comerciais, enquanto o primeiro pavimento era residencial e o segundo servia de hospedaria aos caixeiros viajantes. A partir de 1987, o edifício foi requalificado, passando a sediar o museu em dezembro de 1989, sob a responsabilidade do Governo Estadual. O espaço também é utilizado como anexo do Museu Histórico e Artístico do Maranhão.

Fonte: Governo do Maranhão

Publicidade

Comente e Comentaram

Cadastre-se agora e receba as últimas notícias.

Digite seu E-mail abaixo.


Notícias Relacionadas