Jornal do Lar Notícias

Segunda fase de vacinação contra o sarampo começa nesta segunda-feira (18)

Saúde 18/11/2019 às 13:50

A segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra Sarampo inicia, nesta segunda-feira (18), para pessoas com idade entre 20 e 29 anos.

saude.ma.gov.br

Nesta etapa, a imunização será realizada no período de 18 a 30 de novembro. O Maranhão recebeu cerca de 430 mil doses de vacinas. Mais 95 mil doses extras devem ser liberadas para o estado reforçar a vacinação nos 217 municípios maranhenses.

O “Dia D” de mobilização nacional será dia 30. Segundo a superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças da SES, Léa Costa, o ideal é que o público desta idade procure o posto de vacinação para fazer a avaliação do cartão vacinal. “Estamos incentivando o público alvo da campanha que busque o posto de vacinação, ainda mais se tiver dúvidas se tomou ou não as doses corretamente, se precisa fazer reforço”, contou.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio das Unidade Regionais de Saúde (URS), abasteceu os municípios com a vacina para a segunda etapa da campanha. Além disso, a rede estadual promoveu capacitação para as equipes municipais que atuam na área de imunização, com foco também no registro de dados das doses aplicadas.

A primeira etapa da vacinação ocorreu entre 7 e 25 de outubro, com foco nas crianças de seis meses a menores de 5 anos de idade. O chamado “Dia D” foi em 19 de outubro. Na ocasião, o Ministério da Saúde fez um levantamento da situação vacinal de 6,5 milhões de crianças para análise. O documento subsidiará os gestores na elaboração de estratégias para assegurar o esquema vacinal completo das crianças.

Segundo dados parciais do Ministério da Saúde, o Maranhão registrou 82,45% de cobertura na primeira etapa da vacinação. “O dado do Ministério da Saúde é preliminar. Ainda temos municípios maranhenses que estão preenchendo os dados de vacinação”, explicou a chefe do Departamento de Doenças Imunopreveníveis da SES, Helena Almeida.

Sarampo

O sarampo é uma doença prevenível por vacinação. É uma doença grave que pode deixar sequelas ou causar o óbito. As crianças são mais suscetíveis às complicações da doença.  Até o momento, o Maranhão registrou seis casos da doença no estado.

Fonte: Governo do Maranhão

Publicidade

Comente e Comentaram

Cadastre-se agora e receba as últimas notícias.

Digite seu E-mail abaixo.


Notícias Relacionadas